Amigos! Eis aqui o dos olhos de mel! O Poeta!
.MJoão Sousa

Cria o teu cartão de visita
Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2009
CANÇÃO DA FELICIDADE

 

                                                                         

                                          Felicidade, felicidade,

                                          Ai quem ma dera na minha mão!...

                                                                   

                                                                   António Nobre

 

Tão simples!... Fôssemos aves

e a vida era só voar

por céus de tintas suaves

que ninguém sabe pintar.

 

Fôssemos bichos do monte

em vez de sermos pastores:

tínhamos vinho nas fontes

e o prato-cheio das flores.

 

Fôssemos nós os ribeiros

tagarelas das quebradas,

não os tristes marinheiros

do mar das águas salgadas.

 

Fôssemos nós a candeia

de alumiar aos serões,

sem o mêdo da alcateia

e das rondas dos ladrões.

 

Fôssemos nós, meus amigos!

os gordos cachos das vinhas,

em vez de pobres mendigos

que pedem pelas alminhas.

 

Fôssemos como o pinheiro

tão assisado e plebeu

que as pinhas são mealheiro

onde tem sempe de seu!

 

Fôssemos antes o fogo

dalguma braza esquecida,

em vez de andarmos no jôgo

de luz e trevas da vida.

 

Fôssemos nós como as cabras,

as afilhadas da terra,

em vez destas feras bravas

com sêde e fome de guerra.

 

Fôssemos linho e frescura

para as arcas do bragal,

em vez desta carne impura

sempre em pecado mortal.

 

Fôssemos nós a vidraça

que é tão fiel para a luz,

em vez de sermos da raça

que pregou Cristo na cruz.

 

Fôssemos nós pedras mudas,

rudes, sem eira nem beira,

em vez de sermos o Judas

que se enforcou na figueira...

 

... Felicidade! ... Afinal,

fôssemos nós naturais

e limpos de todo o mal,

não era preciso mais!...

 

 

In "Caminhos" 1933

 

Imagem retirada da internet, via Google


sinto-me:

publicado por poetaporkedeusker às 22:08
link do post | COMENTE, POR FAVOR... | favorito
|

6 comentários:
De Fisga a 19 de Fevereiro de 2009 às 18:53
Olá amiga poeta. Filho de peixe sabe nadar, tem tanto de verdadeiro como de velhinho. Só te digo que adicionei e amei. Um grande abraço Eduardo.


De poetaporkedeusker a 19 de Fevereiro de 2009 às 20:40
Obrigada, amigo!
Abraço!


De Fisga a 23 de Fevereiro de 2009 às 12:45
Olá amiga. Maria João. Palavras para quê. É um artista Português. de seu nome António Nobre. A. A. A. Adorei, Amei e Adicionei. Parabéns, amiga, és da arte e por isso sabes bem escolher. Um grande abraço Eduardo.


De poetaporkedeusker a 23 de Fevereiro de 2009 às 22:12
Não, amigo, não é António Nobre, é António de Sousa, embora neste poema haja muitas semelhanças com a poesia de António Nobre.
Abraço grande.


De Fisga a 24 de Fevereiro de 2009 às 10:04
Olá amiga. Eu logo após comentar vi que me tinha enganado. Mas já não fui rectificar, Desculpa-me. Se quiseres apaga-o e apaga também este . que eu volto a comentar. Mas acima de tudo desculpa-me. Um abraço. Eduardo.


De poetaporkedeusker a 24 de Fevereiro de 2009 às 15:21
E tu pensas que eu também não me engano muitas vezes? Não tens de pedir desculpa, amigo. Deixa lá estar os comentários que isto acontece aos melhores!
Só não acontece a quem nem se dá ao trabalho de comentar...
Um grande abraço.


Comentar post

mais sobre mim
passando as folhas do livro...
 
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


posts recentes

DUALIDADE

FLOR DO CÉU

ANTÓNIO DE SOUSA E NATÁLI...

Colectânea António de Sou...

NA PARTIDA DO POETA

arquivos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Novembro 2016

Junho 2014

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

todas as tags

favoritos

CONVERSANDO COM MARIA DA ...

É a arte, solidão?

SO(LAS)

“A Linha de Cascais Está ...

CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

Our story in 2 minutes

«A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

Novidades a 13 de Dezembr...

LIMPAR PORTUGAL

Ler dos outros... (cróni...

links
as minhas memórias
subscrever feeds