Amigos! Eis aqui o dos olhos de mel! O Poeta!
.MJoão Sousa

Cria o teu cartão de visita
Terça-feira, 21 de Setembro de 2010
OS SOUSA E ALGUNS AMIGOS DA TERCEIRA DÉCADA DO SÉCULO PASSADO


sinto-me:

publicado por poetaporkedeusker às 16:01
link do post | COMENTE, POR FAVOR... | favorito
|

9 comentários:
De Eduardo gonçaslves a 23 de Outubro de 2010 às 17:15
Olá amiga Olha minha querida. Eu comecei de cima para baixo, a ver e ler tudo. E agora parei e vou botar a minha opinião. Todo o teu espólio em papel, pode não valer nada para quem fica, mas para ti foi, é, e será certamente algo muito valioso. Estes posts, são bem a prova disso. É quase uma Arvore genealógica. Olha amiga se não está bem escrito o nome da ditosa arvore. Alguém em vez de criticar, que escreva bem. Um forte abraço deste amigo Eduardo.


De poetaporkedeusker a 25 de Outubro de 2010 às 14:30
:) Está bem, amigo! Está muito bem escrito! Podes crer que tem sido maravilhoso descobrir algumas destas fotografias que estavam guardadas há muitos anos e nem sempre nas melhores condições... mas eu estou a gostar muito de reviver estes tempos antigos! Parece-me sempre que o meu avô, quando era jovem, era o homem mais bonito do mundo! E a avó Alice era a pessoa mais doce que Deus ao mundo deitou!
Tenho, por aí, no álbum do Sapo, uma quantidade de fotografias antigas e, hoje, vou publicar mais umas tantas... mas como vais tu? Ainda nem tive tempo de ir ao Pekenasutopias...
Abraço grande!


De Eduardo gonçaslves a 26 de Outubro de 2010 às 16:36
Olá minha amiga. Sabes como eu retrato esse teu trabalho? Um arrumar da casa. Ordenar, ou reordenar. Mas é muito bonito esse teu trabalho, e por isso muito importante. Sabes uma coisa, 80% Das pessoas, não precisam de ter esse trabalho, a começar por mim. Porque não tem esses documentos maravilhosos e belos, que dizem quem tu és e donde vens. Um abraço deste amigo Eduardo.


De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2010 às 17:58
Ui que hoje é que eu fico fechada cá dentro!!! Isto deve estar mesmo, mesmo a fechar!
Sabes do que eu tenho pena, amigo? É que a memória falha-me para certos rostos... lembro-me deles e nem sequer me lembro de alguns dos nomes...
Agora é que me puseram na rua! Até amanhã!


De Eduardo gonçaslves a 27 de Outubro de 2010 às 18:41
Como vês, Há sempre alguém que se lembra de ti. Não ficaste fechada. E se ficasses? era só por dizer que ficavas sem jantar. Mas também não morrias por isso. Olha amiga, tu tens muita sorte, porque és uma alma boa e cheia de amizade para dar, quanto à memória, olha queres que eu te seja franco? O meu telemóvel serve-me mais para eu ver que dia é, e a quantos estamos, do que propriamente para telefonar. Deixa lá, também assim não nos lembramos das nossas desgraças. Um abraço deste amigo Eduardo.


De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2010 às 11:26
Mas tu és bruxo??? :) Hoje, quando vinha para cá, pensei em enviar-te uma mensagem... mas o saldo é sempre tão poucochinho e eu ando sempre a guardá-lo para uma aflição qualquer... conversamos por aqui! Gosto de te "ouvir" dizer que sou poeta! Gosto mesmo! É que eu acho que sou e que é a melhor coisa que eu tenho, isto de ser poeta, mesmo pobrezita.
Um enorme abraço apertado!


De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2010 às 16:48
Sabes, amigo, aquilo que pode dizer quem eu sou são mesmo os poemas que escrevo todos os dias... e olha que eu, teimosa sou! :)) As fotos, para mim, são uma delícia... mas só falam de quem eu fui, quando era pequena... agora sou poeta! :)))
Abraço gde!


De Eduardo gonçaslves a 27 de Outubro de 2010 às 18:15
Olá minha querida amiga. Olha! Eu vou-te responder em poucas palavras. Isto que tu estás a fazer, diz quem tu foste quando era pequena, é verdade. E só porque o estás a fazer, denota que tu és teimosa também. Mas não só. Ao entrar-se aqui para ver o que há de novo, vê-se logo que para alem de teimosa, também se vê que és POETA, e com letra muito grande. Tenho saudades tuas. Se eu pudesse dava-te. Um forte abraço. Eduardo.


De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2010 às 11:21
Se eu pudesse também te dava um fortíssimo abraço :) mas tem lá cuidado porque eu ando com uma dor nas costas - ando mesmo! - que quase me não deixa respirar :)) Mas é a vantagem destes nossos abraços virtuais! Podes apertar à vontade que as costas não vão doer mais do que têm doído e, quando ficamos felizes, as dores nem se sentem tanto! :)
És um querido amigo!


Comentar post

mais sobre mim
passando as folhas do livro...
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

COLECTÂNEA FÉNIX -

DUALIDADE

FLOR DO CÉU

ANTÓNIO DE SOUSA E NATÁLI...

Colectânea António de Sou...

arquivos

Outubro 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Novembro 2016

Junho 2014

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

todas as tags

favoritos

GLOSANDO A POETISA MARIA...

CONVERSANDO COM MARIA DA ...

É a arte, solidão?

SO(LAS)

“A Linha de Cascais Está ...

CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

Our story in 2 minutes

«A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

Novidades a 13 de Dezembr...

LIMPAR PORTUGAL

links
as minhas memórias
subscrever feeds