Amigos! Eis aqui o dos olhos de mel! O Poeta!
.MJoão Sousa

Cria o teu cartão de visita
Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008
VIAGEM

Era o fim!... Mas levava a descoberta,

para o lado que a vida nunca diz,

de uma ironia lírica e desperta.

E quem faz descobertas é feliz.

.

Passara sobre a hora mais deserta

do silêncio, da morte, do país,

onde a luz ou a sombra é recta e certa

e parara ante a face do Juíz.

.

- Pecados? Bem ou mal? - Tudo era um jogo...

E o seu riso silvava contra o fogo

lá desse olhar que fere como as lanças!

.

Mas quando a voz ditou, fria e de fogo:

- A teus passos andados te desterro!

de joelhos, chorou como as crianças.

.

In - SETE LUAS - 1ª edição - 1943

       Edição de Autor, Tipografia Atlântida, Coimbra


sinto-me: poeta...

publicado por poetaporkedeusker às 22:02
link do post | COMENTE, POR FAVOR... | favorito
|

2 comentários:
De yodleri a 28 de Fevereiro de 2008 às 12:15
Aos anos que por cá não passo! Obrigado pelas visitas que hoje irei retribuir.
Hoje sinto-me de coração destroçado porque não estou no Tovim, pois eu juraria que possuo um exemplar da obra "Jangada". Nos meus tempos mais jovens fui um fanático leitor de obras portuguesas o que por um lado me alegra mas que por outro lado me afastou bastante de obras estrangeiras. A quantidade de livros que li é tal que bem posso estar enganado, mas o nome "Jangada" bateu-me na memória duma forma tão incisiva que quase de certeza absoluta afirmo possuir um exemplar. Logo que possa irei confirmar isso. Entretanto, agradeceria se me mandasses os dados completos sobre o teu avô assim como a bibliografia. Juro que só me servirei deles para a criação dum artigo na Wikipedia referente ao Tovim. Este, claro, será aprovado ou não pelos reponsáveis. Mas penso que sim!
Obrigado.


De poetaporkedeusker a 28 de Fevereiro de 2008 às 13:08
Olhe, meu amigo Poeta, no dia 16 eu compilei num post deste blog uma das pequenas reportagens - esta é do Diário de Notícias - feitas quando o meu avô morreu. Penso que vai descobrir lá muita coisa sobre ele e todas elas verídicas pois foi publicado pelo filho de um grande amigo do meu avô nos seus tempos de Coimbra. Se for ao meu album de fotos encontra, também várias fotografias dele e de algumas das suas obras. Eu estou um bocadinho (ão) doente e neste momento não tenho tempo para fazer uma listagem completa das obras, mas depois a farei, num post da semana que vem, se estiver melhor. Entretanto recomendo-lhe vivamente que vá ao post do dia 16 -A ÚLTIMA HOMENAGEM- porque irá encontrar muitos elementos sobre a vida dele.
Blogabraço e muito obrigada!


Comentar post

mais sobre mim
passando as folhas do livro...
 
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


posts recentes

DUALIDADE

FLOR DO CÉU

ANTÓNIO DE SOUSA E NATÁLI...

Colectânea António de Sou...

NA PARTIDA DO POETA

arquivos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Novembro 2016

Junho 2014

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

todas as tags

favoritos

CONVERSANDO COM MARIA DA ...

É a arte, solidão?

SO(LAS)

“A Linha de Cascais Está ...

CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

Our story in 2 minutes

«A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

Novidades a 13 de Dezembr...

LIMPAR PORTUGAL

Ler dos outros... (cróni...

links
as minhas memórias
subscrever feeds