Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

antoniodesousa

antoniodesousa

Amigos! Eis aqui o dos olhos de mel! O Poeta!

.MJoão Sousa

Cria o teu cartão de visita

SALMO


Maria João Brito de Sousa

20.09.08

 

De não saber morrer me vou vivendo,

inquieto, como os bichos acossados.

De vez em quando um beijo,

e os meus cuidados

como um ventre de grávida crescendo

a um parto que não vejo!

 

- Lua de versos, ó madrinha incerta

das minhas horas nuas, cor de lava

dessa illha deserta

onde o meu sonho cava

com as unhas em sangue o seu caminho!

Ó lua errante por um céu maninho,

se não podes salvar-me, dize ao vento

que me desfaça esta carne pesada

e me semeie os ossos, noite fora!

 

(O meu tormento

é a sombra varada

duma dor que demora

além da sua hora.)

 

- Ó lua, mãe de medo,

deixa, ao menos, uivar-te o meu segredo!

 

 

In - "Terra ao Mar", Editorial Inquérito, 1954

2 comentários

  • Ó minha querida Ligeirinha, não te preocupes que eu volto kuandodeuskiser! Não é para ficares aflita, é porque eu penso que vos devo uma explicação. Podem estar descansados que isto se há-de resolver. Só quero é que o Estado Português me reconheça o direito à Reforma Mínima.
    Não se preocupem porque eu hei-de voltar e comigo volta o antoniodesousa.
    Um abraço de cometa!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub