Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

antoniodesousa

antoniodesousa

Amigos! Eis aqui o dos olhos de mel! O Poeta!

.MJoão Sousa

Cria o teu cartão de visita

LADAÍNHA


Maria João Brito de Sousa

12.12.08

Hei-de ser, em mãos alheias,

um corpo a deitar à terra,

quando acabar minha guerra.

 

Estrelas, sóis, luas cheias

- meus pobres astros privados -

rüirão nos céus usados.

 

Serão apenas vidrilhos

estas joias do meu sonho;

eu, algum cardo tristonho

 

mais os meus pais, os meus filhos.

(As rosas são proïbidas

nas sepulturas perdidas...)

 

Mas um cardo ainda vive,

e o nada será só nada:

menos que a sombra deitada

num rio que não derive...

 

Esse sabor dos teus lábios

e os meus beijos de amor

serão poeira e bolor.

 

Funda ciência dos sábios

e rectas leis do digesto

hão-de acabar com o resto.

 

Mais-e-menos, menos-mais

- contas correntes contadas

por sôbre as almas pisadas -,

 

vós que pensais que ficais,

e eu, que sei que não fico,

e disso me faço rico,

seremos não-poder-ser

só por sermos o que somos,

numa coisa a apodrecer

apertados como gomos.

 

 

In "O Náufrago Perfeito", Coimbra, 1944

 

 

Imagem retirada da internet

 

 

 

 

 

 

3 comentários

  • No fundo, no fundo, meu amigo Eduardo, é como se estivesses a desejar feliz Natal ao universo inteiro...
    Abraço muito grande!
  • Imagem de perfil

    Fisga 16.12.2008

    Olá Amiga: João. É isso mesmo que tu dizes, porque enquanto não houver paz no mundo hão-de ser sempre mais os infelizes do que os felizes. Um Abraço Eduardo.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub