Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

antoniodesousa

antoniodesousa

Amigos! Eis aqui o dos olhos de mel! O Poeta!

.MJoão Sousa

Cria o teu cartão de visita

ANTÓNIO DE SOUSA (1898 - 1981) - CONTINUAÇÃO


Maria João Brito de Sousa

27.12.08

(Outros títulos para além dos já apontados "Caminhos", 1933; "Sete Luas", 1943; "O Náufrago Perfeito", 1944; "Jangada", 1946; "Livro de Bordo", 1950; "Linha de Terra", 1951; "Terra ao Mar", 1954). A consciência da pluralidade e da conflitualidade do Eu, do que há neste de "novelo de vidas", de irresolvidas contradições, é um outro sinal claro da sua integração no Modernismo. a toldar essa consciência avolumam-se na sua poesia noções de culpa e pecado, muito intimamente ligadas à sua vivência do Cristianismo, não menos dramática do que a dum Régio ou de um Torga pela circunstãncia de ter por detrás de si a adesão a uma prática religiosa definida, a protestante. Esse dramatismo, acompanhado frequentemente por um gosto pelo traço deformante, autoriza a que, a propósito da sua poesia, se possa falar de expressionismo, comum, de resto, a grande parte dos presencistas, e cujo imaginário lhes chegou mais por via das artes plásticas e do cinema do que através da literatura expressionista de língua alemã. A este respeito valeria a pena transcrever na íntegra um dos seus mais conhecidos poemas, "A Derradeira Morte do Encantado" em que também não deixa de aflorar aquela "ironia lírica" a que o próprio António de Sousa se refere num dos seus poemas:

"O senhor-dos-óculos-pretos disse: Morreu!/ Mas aquela rapariga meia-maluca/ fez-lhe uma coroa de flores/ e beijou-o devagar./ Ele estava deitado , voltado para o céu/ vivo ou morto - a sonhar.// Passou um dia enorme./ O senhor-dos-óculos-pretos

disse: Cheira mal!/ (As abelhas bem sabiam que não/ e diziam baixinho: - Dorme... - poisadas sobre o seu coração).// O senhor-dos-óculos-pretos disse: À cova!/ Mas nem os coveiros ouviram./ A chuva mansa lavou-lhe o rosto,/ e colou-se-lhe ao corpo a lua-nova,/ depois da benção do sol-posto.// (Do senhor-dos-óculos-pretos ninguém sabe./ Mas ele para sempre ali ficou/ a dormir e a sonhar, com o mesmo sorriso./ - Há tanta coisa que não cabe/ senão no Dia do Juízo!...)"

 

Bibliografia: LOPES, Óscar, "António de Sousa", in Entre Fialho e Nemésio. Estudos de Literatura Portuguesa Contemporânea II, Lisboa IN-CM, 1987, MOURÃO-FERREIRA, David, "Sobre o itinerário de António de Sousa", in Presença da "presença", Poro, Brasília Editora, 1977, NEMÉSIO, Vitorino, "Poesia e Humor", in Conhecimento da Poesia, 3ª ed., Lisboa, IN-CM, 1997.

 

DICIONÁRIO DE FERNANDO PESSOA E DO MODERNISMO PORTUGUÊS,

 

CAMINHO

 

Coordenação

 

FERNANDO CABRAL MARTINS

 

Verbete do Professor Doutor

 

Fernando J. B. Martinho

 

 

AGRADECIMENTO:

 

Estou - mesmo - sem palavras para agradecer a todos os que directa ou indirectamente, com ou sem o meu conhecimento, colaboraram na concretização deste sonho e tornaram possível

o "REGRESSO DO ENCANTADO".

Muito e muito obrigada!

 

Maria João - poeta porque Deus quer

7 comentários

  • Espera, amigo. Este post é só uma transcrição das palavras o Professor Fernando Martinho, que me deu a honra de o conhecer na cerimónia do lançamento. Não fui eu que escrevi senão essas palavrinhas no final!
  • Imagem de perfil

    Fisga 29.12.2008

    Olha Amiga, se foste tu ou não eis a questão, mas a ideia de postar foi tua, e aí é que foi prestada a homenagem por inteiro. Vá lá deixa-me ganhar a bicicleta. Olha amiga que tenhas tudo o que mereces que a vida te dê, porque tu és uma guerreira na tua guerra, e mereces a vitória. Um Abraço Eduardo.
  • Bem... se calhar tens razão! Eu devo ser mesmo guerreira para ainda "mexer" apesar destes apesares todos... leva a bicicleta, pois! Esta postagem foi muito simbólica para mim, sabes? Que melhor presente de Natal e aniversário lhe poderia eu dar?
    Abraço grande!
  • Imagem de perfil

    Fisga 30.12.2008

    O melhor presente é e será sempre, a homenagem que lhe prestas com prazer. Honrando a sua memória.
    Um abraço e tudo de bom para ti amiga. Eduardo.
  • Eu também sinto isso, amigo. Sinto mesmo.
  • Imagem de perfil

    Fisga 31.12.2008

    Olá Maria João. E que melhor homenagem tu lhes poderias fazer? eu acho que não há melhor. Um abraço e tudo de bom. Eduardo.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub