Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

antoniodesousa

antoniodesousa

Amigos! Eis aqui o dos olhos de mel! O Poeta!

.MJoão Sousa

Cria o teu cartão de visita

HORA DOENTE


Maria João Brito de Sousa

06.02.09

Maldita a hora que me enruga a face

e estes olhos batidos pela luz,

esta mão despregada de uma cruz,

pedindo esmola à espera que alguém passe!

 

Nem saudade de amor que me queimasse,

nem o perdão mais doce de Jesus!

- Nenhum sonho da terra me seduz

nem a alma no Céu se lá ficasse...

 

Músculos de aço e de aço o olhar leal!

Fremente a bôca, um riso claro e moço

e a alma em jôgo para o Bem e o Mal...

 

Assim eu fui! - Amargos desenganos!

- Ah deixem-me chorar emquanto posso,

um deus morto: o meu corpo dos vinte anos!

 

 

In "Caminhos", 1933

 

 

Imagem retirada da internet

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D