Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

antoniodesousa

antoniodesousa

Amigos! Eis aqui o dos olhos de mel! O Poeta!

.MJoão Sousa

Cria o teu cartão de visita

SEM TÍTULO


Maria João Brito de Sousa

27.07.08

Era uma vez um homem como os mais,

a bordo dum navio,

singrando como os outros, sem desvio

das rotas naturais,

com máquinas pulsando como um coração

a bem do comércio e da navegação.

 

Mas vai a lua que, nua, fluía

na piscina do Céu,

uma noite em que o homem se esqueceu

de fechar a vigia,

trepou pelas vagas

e arrebatou-o para ignotas plagas!

 

Pela manhã, no "deck", os passageiros,

quando o souberam, tiveram-lhe pena

(as mulheres sobretudo:

o raptado era de cor morena...)

Pesares de passageiros, passageiros...

À hora do almoço comeram bem

e ao jantar também.

 

Dormiram, amaram

e todos chegaram aos seus destinos

e depois foram ricos, felizes, tiveram meninos

que os continuaram.

E o navio, pesada lançadeira,

continuou - para lá, para cá - na Terra inteira.

 

O homem foi um náufrago perfeito.

A princípio chorou dias inteiros,

depois, para comer, foi trepando aos coqueiros

e  resignou-se a dormir só com a Lua no seu leito.

Tanto viveu assim que ficou "lua":

andava com o corpo e a alma nua!

 

Vieram-lhe ambições. Era rei dos macacos.

Se não morre, senhores, de indigestão de lua-cheia!

E assim acabou esta odisseia.

Os outros mortos dormem em buracos...

este, numa ilha deserta e singular,

jaz de conserva em molho de luar!

 

 

In - "Ilha Deserta", 2ª edição ilustrada por Manuel Ribeiro de Pavia

       Editorial Inquérito, 1954

 

2 comentários

  • Bem Portuense e bem Português, meu amigo! E sempre fiel à sua fonética natal. Um grande abraço!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub